Conheça nossas propostas em Mobilidade, Áreas Verdes, Gestão de Resíduos e Energia Limpa para o Programa de Metas! Aqui você pode enviar um e-mail de pressão sobre cada tema para a Prefeitura. Vamos mandar os 4 e-mails?




No dia 30 de março, a Prefeitura de São Paulo apresentou seu Programa de Metas. São 150 páginas que deveriam detalhar o que o Prefeito João Doria pretende realizar ao longo dos próximos quatro anos. Mas as metas apresentadas são tão nebulosas que fica difícil acompanhar o que vai ser feito: não há indicadores de cumprimento das metas, não há orçamento previsto para as iniciativas e não há indicação sobre os locais onde elas serão realizadas. O Programa de Metas deveria ser uma ferramenta para a população acompanhar, monitorar e cobrar o que a Prefeitura está fazendo, mas do jeito que está fica impossível.

Pensando nisso, um grupo de coletivos e organizações da sociedade civil se reuniu para analisar as metas apresentadas e fazer sugestões para melhorá-las. Até 30 de abril, o Programa de Metas está em consulta pública, e essa é nossa chance de participar e transformar São Paulo em nossa cidade dos sonhos!



Corredores, ciclovias e energia limpa já!

Quando o assunto é mobilidade urbana, o Programa de Metas apresentado pelo Prefeito João Doria é tão vago que fica difícil acreditar que alguma coisa vai melhorar. As intenções trazidas nas metas até são boas: aumentar o uso do transporte público e dos modos ativos e reduzir as mortes no trânsito. Mas os projetos e linhas de ação são obscuros e insuficientes para atingir as metas estabelecidas, e muitas vezes são simplesmente continuações de iniciativas que já existem há anos ou meras obrigações previstas em leis.

Para melhorar a mobilidade em São Paulo, não basta ter boas intenções. É preciso, entre outras coisas, criar corredores e faixas exclusivas para os ônibus, adequar os tempos de semáforo e desenho das vias para garantir conforto e segurança a pedestres, expandir a rede de ciclovias e bicicletas compartilhadas, reduzir velocidades e trocar o combustível dos ônibus que rodam na cidade para que deixem de poluir.

O texto completo das sugestões de novas metas e linhas de ação, bem como informações detalhadas sobre essas propostas e alterações nas metas existentes, estão disponíveis em bit.ly/revisao_mobilidade.

Preencha o formulário ao lado e envie um e-mail diretamente ao prefeito João Doria e ao secretário municipal de gestão, Paulo Uebel, cobrando iniciativas mais concretas e eficazes nas #MetasDeSP para melhorar a mobilidade urbana!
O QUE QUEREMOS?



Mais áreas verdes nas Metas de SP!

O Programa de Metas apresentado pelo Prefeito João Doria é tímido e insuficiente para mudar a situação das áreas verdes em São Paulo. A única meta relacionada a esse tema fala sobre realizar o plantio de apenas 200 mil árvores em toda a cidade. A título de comparação, entre 2006 e 2012, a Prefeitura realizou o plantio de 1,5 milhão de novas árvores (sete vezes mais do que a atual meta proposta), criou 24 parques lineares e aumentou de 34 para 100 o número total de parques em São Paulo.

O plantio de 200 mil árvores não surtirá efeito para alterar a situação preocupante em que a cidade se encontra hoje. Além disso, várias iniciativas que constavam do Programa de Governo apresentado por Doria durante a campanha eleitoral, como as relacionadas à atividade rural, por exemplo, não foram sequer mencionadas no Programa de Metas. Aumentar a quantidade de áreas verdes e preservar, conservar e recuperar as já existentes são ações urgentes em uma das cidades mais poluídas do planeta.

O texto completo das sugestões de novas metas e linhas de ação, bem como informações detalhadas sobre essas propostas e alterações nas metas existentes estão disponíveis em bit.ly/revisao_verdes.

Preencha o formulário ao lado e envie um e-mail diretamente ao prefeito João Doria e ao secretário municipal de gestão, Paulo Uebel, pedindo a criação de 47 novos parques, 200 hortas em linhas de alta tensão e outras políticas focadas em praças, nascentes e segurança alimentar nas #MetasDeSP!
O QUE QUEREMOS?


Coleta seletiva e valorização dos catadores!

O Programa de Metas apresentado por João Doria praticamente ignora o tema da gestão de resíduos sólidos. A única meta apresentada pretende reduzir "100 mil toneladas/ano de rejeitos de resíduos enviados a aterros municipais no ano de 2020 em relação à média 2013-2016". Parece muito, mas não é: considerando que a cidade de São Paulo gera quase 15 mil toneladas de resíduos por dia, o que a meta está propondo é reduzir o volume de resíduos equivalente a menos de uma semana apenas.E, mesmo que seja 100% cumprida, terá impacto pífio, reduzindo apenas 1,8% do volume de resíduos gerados anualmente.

As linhas de ação para o tema também não falam sobre a necessidade de incluir os 20 mil catadores e catadoras da cidade no sistema de gestão de resíduos secos. Uma iniciativa de reconhecimento e valorização desse trabalho, alinhada com esforços para aumentar o índice de separação, coleta e destinação correta possibilitaria atingir um número muito mais relevante de redução dos resíduos enviados aos aterros municipais.

O texto completo das sugestões de novas metas e linhas de ação, bem como informações detalhadas sobre essas propostas e alterações nas metas existentes, estão disponíveis em bit.ly/revisao_residuos.

Preencha o formulário ao lado e envie um e-mail diretamente ao prefeito João Doria e ao secretário municipal de gestão, Paulo Uebel, cobrando a inclusão de projetos que incentivem a coleta seletiva e valorizem o trabalho dos catadores nas #MetasDeSP!
O QUE QUEREMOS?


Energia limpa e eficiente nas Metas de SP!

O Programa de Metas apresentado pelo Prefeito João Doria perdeu uma enorme oportunidade de transformar São Paulo em um modelo de geração de energia limpa e eficiência energética. Apesar do Programa pretender reduzir em 20% os custos operacionais da Prefeitura, incluindo os gastos com energia, não há qualquer meta que garanta que isso vá de fato acontecer.

O pagamento da eletricidade representa um alto custo para a Prefeitura. Esse custo poderia ser drasticamente reduzido por meio do uso de lâmpadas mais eficientes nos postes da cidade e da instalação de painéis fotovoltaicos para geração de energia solar nos telhados de escolas municipais. A adoção dessas políticas poderia trazer também novas oportunidades econômicas na arrecadação de impostos e geração de empregos.

O texto completo das sugestões de novas metas e linhas de ação, bem como informações detalhadas sobre essas propostas e alterações nas metas existentes, estão disponíveis em bit.ly/revisao_energia.

Preencha o formulário ao lado e envie um e-mail diretamente ao prefeito João Doria e ao secretário municipal de gestão, Paulo Uebel, pedindo que a geração de energia solar nas escolas e a eficiência na iluminação pública sejam incluídas nas #MetasDeSP!
O QUE QUEREMOS?




Quem Somos

O projeto Cidade dos Sonhos é resultado de uma rede de colaboração de diversas organizações, movimentos e coletivos da sociedade civil, sem qualquer vínculo partidário, e facilitada pela Purpose. Seu compromisso é com os sonhos das pessoas, e com a ideia de que é possível transformar nossas cidades em ambientes acolhedores, saudáveis e sustentáveis por meio de quatro eixos: áreas verdes, energia limpa, mobilidade e gestão de resíduos.

A Rede Minha Sampa apoia essa ideia. Ela é formada por milhares de paulistanos, de certidão e de coração, que acreditam na construção de uma São Paulo mais inclusiva, participativa e boa de se viver. Nós acreditamos que uma nova cultura de participação política é necessária, para mudarmos na prática a forma como a democracia opera em nossa cidade e assegurar que esta seja um reflexo das necessidades e desejos de seus cidadãos.

Em São Paulo, a primeira versão do Programa de Metas apresentado pela prefeitura está aberta para participação popular durante o mês de abril. E pelo site do programa você pode apoiar a inclusão de compromissos efetivos para uma cidade melhor para todas as pessoas.